SOY LOCO POR TI
Política, Mídias, Economia, Arte, Futebol e Humor na América Latina

31/03/2005

ORDEM DO DIA DO COMANDANTE DO
EXÉRCITO, 31 DE MARÇO DE 2005
Neste 31 de março, dirijo-me, por intermédio do Soldado brasileiro, à sociedade que representa e serve, para ressaltar a importância da participação do Exército na vida do País.

Homenageio, nesta oportunidade, o cidadão que se dedica à carreira militar e que tão bem identifica a gente brasileira.

Desde a formação de nossa nacionalidade, o Exército vem escrevendo páginas gloriosas na História do Brasil. Quando chamado a agir, sempre o fez objetivando exclusivamente os mais elevados interesses nacionais.

Do nativismo às lutas pela independência; da afirmação do Império - em que se projetou a figura de Caxias como "o Pacificador" - à vitória na guerra da Tríplice Aliança; da Abolição da Escravatura à Proclamação da República; da República Velha à participação da valente Força Expedicionária na luta contra o nazi-facismo, o que influiu decisivamente na redemocratização do País; o Exército Brasileiro esteve sempre a serviço da sociedade que o criou e o sustenta.

Hoje, no dia-a-dia, a instituição segue o seu destino de servir à Pátria, orgulhosa de suas tradições.

É com satisfação que constato o trabalho abnegado, dedicado e silente que o Exército presta ao nosso País. Seja no preparo da tropa, como escola de cidadania, nas missões de preservação da paz ao redor do mundo, seja, também, na manutenção da lei e da ordem e no apoio à nossa sociedade nos mais diversos rincões da Pátria, estamos sempre presentes.

Essa nossa contribuição para o esforço de construção e desenvolvimento do Brasil ocorre em clima de entendimento, concórdia e conciliação, que une a todos nós, irmãos brasileiros.

Por isso, este 31 de março é momento de reflexão determinante sobre o nosso passado, o nosso presente e a grandiosidade de nosso futuro como Nação livre, soberana e, sobretudo, socialmente justa.



Esse é o jeito com que o Geeneral-de-Exército Francisco Roberto de Albuquerque encontrou para lembrar a data em que o Exército brasileiro destituiu o poder público democraticamente constituído e instalou no Brasil uma ditadura. Regime de excessão que, em parceria com outras do mesmo tipo na América Latina, fezdesaparecer um número ainda incerto de brasileiros e de pessoas de outras nacionalidades.



 Escrito por Luiz às 19h58 [] [envie esta mensagem]


30/03/2005

Esses casais...
(Pílula diária de humor)

Lucidez é fogo mesmo.


Kirchner dando um alô a seu parceiro principal.


Quando à noite todos os gatos são pintos.


Cadê a mão direita de Kirchner? Por que Lula está com essa cara de quase...?


Alguém sugere uma legenda pra Cicarelli? As que eu tenho não servem.:))


Todo dia eles fazem tudo sempre igual.


Outra boa de Angeli.


 Escrito por Luiz às 07h47 [] [envie esta mensagem]


29/03/2005

Softex de cara nova
Waldemar Borges é o novo presidente da  Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro. O Softex é responsável pela gestão do Programa Softex, um dos mais importantes instrumentos de apoio a produção e comércio do software brasileiro. Waldemar é o responsável direto pela legislação que regulamenta o uso preferencial de softwares de código aberto por secretarias e órgãos públicos. É dele o texto que virou lei aqui em Recife e que prevê que secretarias e órgãos públicos municipais utilizem preferencialmente programas de computação de código aberto. Recife é a primeira cidade do mundo a contar com uma legislação desse tipo.

Pois bem. O Softex está presente em praticamente todo o território nacional através de agentes, empresas associadas, parceiros institucionais, que juntas formam uma das maiores redes integradas de desenvolvimento e comercialização de tecnologia da informação da América Latina.

A idéia da utilização do software livre na administração pública está nos planos e nas ações do governo brasileiro. É o que mostra até o NYTimes, como Pedro Dória comentou no NoMínimo ontem.

Outra coisa: o Softex, junto com a RNP e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) são as instituições com as quais as empresas interessadas em ser beneficiárias dos incentivos fiscais da Lei de Informática devem estabelecer convênio. Isso foi estabelecido pelo MCT e pode ser conferido aqui.

Meu palpite é que a presença de Waldemar no Softex poderá dar maior força ainda aos interesses do governo brasileiro no sentido de utilizar o software livre no poder público. É esperar e torcer pra ver.



 Escrito por Luiz às 19h16 [] [envie esta mensagem]



With a little help from my friends

Coloquei na cabeça de instalar aui no blog uma rádio. Faz algun dias que venho estudando como usar o serviço, mas ainda não caminhei muito. Quero saber quem tem um amigo programador ou já faz uso do serviço do
Radio.Blog.Club e possa me ajudar. Aceito sugestões pelo email lucostajr@uol.com.br. Gracias.

 Escrito por Luiz às 08h46 [] [envie esta mensagem]


28/03/2005

Que país é esse?
(Ou de como política faz falta no Brasil)

Circula pela internet mais um comunicado conclamando as pessoas a reagirem e se maifestarem contra "a farra na Câmara (dos deputados)". O texto chama você, eu, "todo mundo" a vestir o preto, ou colcar um lenço em alguma parte do corpo como sinal de luto pela mote da vergonha dos políticos desse país. O texto lembra várias coisas que merecem ser analisadas: que Severino Cavalcanti é uma anta que só conseguiu chegar à presidência da Câmara por causa da incompetência do eleitorado, o "absurdo" da renda dos políticos e da miséria da população, que nossa política é uma palhaçada e que temos um povo ignorante. O texto diz que pretende mobilizar, pela internet, 110 milhões de pessoas e com isso mudar esse quadro.

O que há de mais frustrante nessas iniciativas, pra mim, é a descrença na política e, assim, o esvaziamento da ação política que essas propostas representam. O resultado é que tais iniciativas só reafirmam e consolidam aquilo que querem mudar.

Tenho essa mesma impressão quando, no Rio de Janeiro, organizam aqueles passeios na praia. Todo mundo pedindo paz, flores nas mãos, a Globo cobrindo tudo, a perfumada convicção de que a política não presta e que aquilo ali pode mudar a situação. A diferença é que todo mundo tá vestindo branco.



 Escrito por Luiz às 16h50 [] [envie esta mensagem]



Colômbia em guerra?
(Ou de como três exércitos acabam um país)

A Colômbia enfrenta nos próximos dias um desafio dos grandes. O governo de Álvaro Uribe quer classificar legalmente o paramilitarismo das (Autodefesas Unidas da Colômbia)  com o delito político e eliminar a ligação dos "paras" com o narcotráfico. O governo elaborou um projeto de lei que pretende considerar os paramilitares, legalmente, como autores de delitos políticos.

O El Tiempo relata que o maior esforço do governo não é convencer os legisladores a aprovarem a lei, e sim convencer os chefes paramlitares. E não permitir fisuras na lei que possam terminar em uma declaração de que ela é impossível de ser cumprida pela Corte Constitucional.

Se aprovado o artigo 64, a atividade de paramilitares será encarada com rebelião, na medida em que atenta contra a ordem constitucional e legal. A idéia toda é provocar o desmantelamento da estrutura paramilitar, a devolução dos bens obtidos de forma ilícita e a exposição dos "patrocinadores".

Há quem ache que o projeto de lei é ameno. Andrés González, um dos deputados oposicionistas, acha que o delito político previsto no projeto equivaleria quase a estabelecer um estímulo legal aos paras.

A tentativa do governo Uribe em pôr ordem na casa coincide com um estudo divulgado pela Consultoria para os Direitos Humanos e o Deslocamento de Pessas (Codhes) sobre a reforma agrária ilegal empreendida pelos paramilitares, os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e o Exército de Libertação Nacional. A Codhes estima que esses movimentos tenham expulsado camponeses de pelo menos cinco milhões de hectares entre os anos de 1997 e 2003.

Os paramilitares roubaram 70% dessas terras. Os guerrilheiros, 20% e os narcotraficantes e criminosos comuns, os 10% restantes. Existem hoje no país 3,2 milhões de pessoas sem moradia. O pior  são os casos em que os camponeses, ao invés de serem expulsos, são mantidos presos, trabalhando forçadamente para os paramilitares.



 Escrito por Luiz às 14h22 [] [envie esta mensagem]


24/03/2005

Eu adoro essa gente

Mais uma ótima tirinha do site Malvados.

 Escrito por Luiz às 14h03 [] [envie esta mensagem]



Rápidas
Sancho Pança

Maradona chegou à Venezuela para assistir ao campeonato sulamericano sub-17. Hugo Chávez abriu espaço em sua agenda pra almoçar com o pança de ouro, quer dizer com o pibe de ouro. Via Ultimas Notícias.

Rosadinha, rosadinha
Não é que hackearam a home page da Casa Rosada? O site já tá funcionando normalmente. Mas tem como encontrar o espelho da página modificada. Asssim que eu eocntrar eu coloco aqui. Via Clarim.

Segurança
Os jornais no Brasil veicularam que a Casa Branca colocou em ação seu novo plano de segurança. É bom lembrar que esse novo plano de segurança foi criado em parceria com o México e o Canadá. Esse é o assunto do La Cronica de hoje.
Um trecho da matéria:  Los gobiernos de México, Estados Unidos y Canadá concretaron la Alianza para la Seguridad y Prosperidad de América del Norte (ASPAN), con la cual se comprometen a cerrar las fronteras al terrorismo, el crimen organizado, las drogas, el tráfico de personas y el contrabando, al compartir información de sus sistemas de inteligencia.

A pergunta que não quer calar: é incompetência das agências de notícias não incluif o fato de essa política ter sido forjada em parceria com os dois países?

Mai freeeesco
Olha a matéria no
Nacion (Bolívia):
Muchachos imprimen su energía en Semana Santa
Los muchachos de la pastoral juvenil de Moravia solicitaron permisos a la Municipalidad, a la Fuerza Pública y a la Cruz Roja, y --al final-- sorprendieron a su comunidad con la presentación de Jesucristo Superestrella.



 Escrito por Luiz às 14h02 [] [envie esta mensagem]


23/03/2005

O Inferno abre as portas
(ou de como o buraco é mais embaixo)

Enquanto Abbey Road abre as portas para a legião de fãs dos Beatles, e das outars bandas que gravaram por lá - veja mais detalhes no sempre adorável Adorada Guadalupe -, aqui na terrinha o buraco é mais embaixo.

A Escola Mecânica da Marinha (cuja sigla em espanhol é Esma), na Argentina, também abriu suas portas. O lugar funcionou entre 1976 a 1983 como o Inferno na terra do Prata. Era pra lá que os contrários ao regime ditatorial do país eram levados. A maioria ficava. Estima-se que cerca de 5 mil pessoas passaram por lá. Só existem 250 pessoa vivas.

A Esma será transformada em centro cultural, ou coisa parecida. Via El País.



 Escrito por Luiz às 14h23 [] [envie esta mensagem]



Pra você, que é um pé no saco
(ou de como o castigo do chato é a companhia eterna de outro chato)
(...)
"Firma-te bem, que escada tal curtindo",
disse o Mestre, ofegando de cansaço,
"é que estamos de tanto mal partindo."

Eu já fatigado, o espírito lasso,
apressava-me em ir o quanto breve,
foi quando o mestre me deteve o passo:

"Mas antes ainda que eu daqui te leve,
um último lugar devo mostrar-te,
onde até mesmo o mal nunca se atreve.

É para onde vão os que tiveram na arte
de ser chatos o seu dever de ofício
e fizeram da chatice o estandarte.

São aqueles que enfadar têm por vício,
para quem encher o saco é alegria,
que não têm de piedade um só resquício."

"Mestre", perguntei ao meu sábio guia,
"haverão de merecer pior remessa,
que os traidores que agora pouco eu via?"

"Sim", me respondeu o maior dos poetas,
"pois quem trai o faz somente um dia,
enquanto quem chateia o faz por décadas."

Ao ouvir essas palavras eu tremia,
imaginando a pena a tais danados;
se Lúcifer os traidores comia,

O que então estaria reservado
aos chatos, que em tanto eles excediam?
Qual seria deles o horrendo fado?

Ao ver-me desse modo preocupado,
Virgílio interrogou-me a tal respeito
"Por que trazes o cenho tão cerrado?"

"O que me angustia agora o peito",
respondi sem alçar sequer a fronte,
"é pensar no que desses será feito".

"Se por tal deixe que eu mesmo te conte:
nem é dentro do Inferno que habitam,
pois se há na entrada o horrendo Caronte,

Que barra os que ignavos se anunciam,
da mesma forma estão todos os chatos
além dos traidores que tilintam:

Para eles há um apartado espaço,
onde pagam sua pena justamente,
que com eles não quer ter nem o Diabo.

Em vez de aguilhões ou rio fervente,
estão condenados a conviver
uns com os outros, e assim para sempre."

"Martírio mais cruel não pode haver",
disse ao Mestre ainda estupefato,
"tão cruel quanto justo pode ser."

"Nessas tuas palavras não há reparo;
quando aos vivos retornares anuncia
que o castigo do chato é o próprio chato."

Logo após uma sombra aparecia
co'uma mala sem alça a carregar;
era Smart, que sua pena assim cumpria,

E com o tal fardo pôs-se a me falar:
"Gastei toda minha vida em vãs querelas,
me esforçando em todos aporrinhar.

Agora neste mundo só de treva,
uma mala sem alça como eu
por toda a eternidade me entreva.

Que fosse meu pecado ser ateu,
pois a isso eu achei fizesse jus,
mas pior pena ao que não crê em Deus

É guardada aos que vivem com o Cruz."
Pois que mal terminadas as palavras,
surge a alma ignóbil de Alexandre Cruz:

"Esse aí de mim reclama por nada,
em vida nunca de mim diferiu,
agora que a sentença a nós foi dada,

Quer fingir em vão que nunca me viu;
fugindo eternamente com esta mala,
fingindo em vida não ter sido vil.

Eu que, veja, não incomodo em nada,
só sei levá-lo ao caminho do bem,
lembrando-o de não fazer criançada."

Fugi correndo, dizendo "amém".
Virgílio, ligeiro, fugiu comigo:
"Assim é como os chatos se entretém",

Disse, e "leva um conselho contigo:
aquele que na Terra for um chato,
no além os chatos chamará de amigos."
E saímos por ali, a rever estrelas.


A Divina Comédia é uma das coisas que vale a pena nesse mundo. Mas é claro, não dá pra esperar que todo mundo tenha lido. Esse trechinho é uma livre adaptação de um dos muitos diálogos entre Dante, o autor d´A Comédia, e Virgílio, o poeta grego que o guia pelo Inferno, Purgatório e até as portas do Céu. No fundo nada disso interessa. O legal é acreditar que todo chato merece outro.



 Escrito por Luiz às 13h51 [] [envie esta mensagem]



É devagar, devagarinho

É devagar
É devagar é devagar devagarinho
É devagar
É devagar

É devagar é devagar devagarinho
Devagarinho é que a gente chega lá
Se você não acredita você pode tropeçar
E tropeçando o seu se arrebenta
Com certeza não aguenta
E vai xingar

Eu conheci um cara
Que queria o mundo abraçar
Mas de repente deu com a cara no asfalto
Se virou olhou pro alto

Com vontade de chorar
Sempre me deram a fama
De ser muito devagar
E desse jeito vou driblando os espinho
Vou seguindo o meu caminho
Sei aonde vou chegar



Espero que eu não tenha perido o jeito de blogar, nem os poucos leitores desse blog.



 Escrito por Luiz às 13h42 [] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   

Reclame:locoporti@gmail.com

INFORMAÇÃO
 
   El Tiempo (Colômbia)
   El Espectador (Colômbia)
   Expresso (Peru)
   Peru 21 (Peru)
   Ultimas Noticias (Venezuela)
   El Universal (México)
   Cronica (México)
   El Mercurio (Chile)
   Clarin (Argentina)
   La Nacion (Argentina)
   La Hora (Equador)
   Ultimas Noticias (Equador)
   El Diario (Bolivia)
   Diario de Notiocias (Paraguai)
   El Pais (Uruguai)
   La Prensa (Nicarágua)
   Prensa (Panamá)
   Fórum Social Mundial (Brasil)
   Agência Latinoamericana de Informação
   Associação de Estudos Latinoamericanos
   Latin American Post (EUA)
   Granma (Cuba)

POLÍTICA E CIDADANIA
        Luta Libertária
        Foreign Policy
        Mídia Tática
        Rede Interamericana para a Democracia
        Nova Democracia
        Marxists Archieve
        ABONG
        OBREAL
        AECidadania
        Pauta Social
        Cebrap.org
        Instituto Pólis
        Eletronic Frontier Foundation
        Move On
        Ponto de Vista/Crítica Política
        Revista Movimiento
        Nueva Mayoria
        LatinoBarometro
        Observatório Político Sul Americano
COLUNAS
       Míriam Leitão
       Veríssimo
       Mário Sérgio Conti
       Pedro Dória
FINA FLOR
        Verbeat
        Síndrome de Estocolmo
        Smart Shade of blue
        Stuckin Sac
        Blog do Gejfin
        O biscoito fino e a massa
        Velo do Farol
        Insanus
        A Arte da Fuga
       La Mala Rosa
       LLL
       Angustiado
       Glamdreams
       Os conspiradores
       Nominimo/Blog
       Pensar Enlouquece
       Códigobr
       Catraca
       Imakinaria
       Por um punhado de pixels
       Wunderblogs
        Radamanto
       Estuário de Samarone
        Mas tudo bem
 
SEXO
       2explicitos
       O sexo de Anali
       Uva na Vulva
       Unaids
       Eros Blog
       World Sex News
       Sex Flog
 
AMIGOS
       Adorada Guadalupe
       Os Pensamentos de Mama
       Blog do Pi
       Fiteiro
       Bom Tom
       Guitar Grinder
        Barraco da Jaca
       Os Blog da Minie
       Hard News
       Cha de panela
       Fotografias/Gondim
       Sofia Bau
       Colchas de retalhos
       Girl Power
        Minha Lilith
        Paulo Rebêlo
        Diário de Bordo
 
 
VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog





O que é isto?
Histórico
   01/06/2006 a 15/06/2006
   16/05/2006 a 31/05/2006
   01/05/2006 a 15/05/2006
   01/04/2006 a 15/04/2006
   16/03/2006 a 31/03/2006
   01/03/2006 a 15/03/2006
   16/02/2006 a 28/02/2006
   01/02/2006 a 15/02/2006
   16/01/2006 a 31/01/2006
   01/01/2006 a 15/01/2006
   16/12/2005 a 31/12/2005
   01/12/2005 a 15/12/2005
   16/11/2005 a 30/11/2005
   01/11/2005 a 15/11/2005
   16/10/2005 a 31/10/2005
   01/10/2005 a 15/10/2005
   16/09/2005 a 30/09/2005
   01/09/2005 a 15/09/2005
   16/08/2005 a 31/08/2005
   01/08/2005 a 15/08/2005
   16/07/2005 a 31/07/2005
   01/07/2005 a 15/07/2005
   01/06/2005 a 15/06/2005
   16/05/2005 a 31/05/2005
   01/05/2005 a 15/05/2005
   16/04/2005 a 30/04/2005
   01/04/2005 a 15/04/2005
   16/03/2005 a 31/03/2005
   01/03/2005 a 15/03/2005
   16/02/2005 a 28/02/2005
   01/02/2005 a 15/02/2005
   16/01/2005 a 31/01/2005
   01/01/2005 a 15/01/2005
   16/12/2004 a 31/12/2004
   01/12/2004 a 15/12/2004
   16/11/2004 a 30/11/2004
   01/11/2004 a 15/11/2004
   16/10/2004 a 31/10/2004
   01/10/2004 a 15/10/2004
   16/09/2004 a 30/09/2004
   01/09/2004 a 15/09/2004
   16/08/2004 a 31/08/2004
   01/08/2004 a 15/08/2004
   16/07/2004 a 31/07/2004
   01/07/2004 a 15/07/2004